05/04/2017

Curitiba recebe evento sobre ciência e inovação tecnológica no Brasil

  No próximo sábado, dia 8 de abril, acontece o 1º Emerge Day Curitiba, evento que vai promover discussões sobre ciência e tecnologia no Brasil. A idealização e a organização são da Iniciativa Emerge, organização sem fins lucrativos que nasceu para fomentar e fortalecer a inovação tecnológica orientada ao mercado. O Instituto Legado é o parceiro oficial da ação. A Iniciativa Emerge tem a proposta de mapear, apoiar e disseminar inovações (em quaisquer fases de desenvolvimento) em áreas de conhecimento e setores de mercado que integram ciência e tecnologia em campos como biotecnologia, eletrônica, física, química e engenharias em geral. O Brasil enfrenta uma série de desafios em para alcançar um nível de desenvolvimento tecnológico ideal. De acordo com dados do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), apenas em 2015, 49,7 mil pesquisadores deixaram o Brasil. No mesmo ano, o país registrou apenas 547 pedidos de patentes internacionais. Para ter uma ideia, os Estados Unidos emitiram 57.385 pedidos e a China 29.846. Além disso, o Brasil ficou na 69ª posição em uma lista de 128 países do ranking publicado pelo Global Innovation Index 2016. Diante desse cenário, o Emerge Day Curitiba surge como um encontro para debater e refletir sobre as oportunidades que existem no país para incentivar a tecnologia nacional. Além da equipe Emerge, o evento terá pitches de jovens inovadores, o lançamento oficial do Laboratório de Inovação em Curitiba, o Emerge Lab, um debate sobre inovação tecnológica no Brasil, além de um painel com convidados especiais, entre eles, o presidente e fundador do Instituto Legado, James Marins. Conexão com o setor social A inovação tecnológica também pode beneficiar e gerar resultados positivos para o setor social, alcançando soluções que beneficiam a sociedade. “A gente acredita que para ter impacto social real e com escala os empreendedores são importantes, mas visualizamos também que são necessárias soluções tecnológicas. É aí nesse ponto que a Emerge entra com um trabalho crucial, tanto no mapeamento de jovens inovadores e de soluções, quanto no apoio, conexão e engajamento dessa comunidade de jovens inovadores na cadeia de impacto social, especificamente o fomento às soluções tecnológicas escaláveis e com a formação desses empreendedores inovadores”, afirma o co-fundador da Rede CsF e atual presidente da Emerge, Guilherme Rosso. 1º EMERGE DAY CURITIBA Data: Sábado, 08/04
Local: Aldeia Coworking – Avenida Cândido de Abreu 381, 1º andar
Horário: Das 14h às 17h30. Programação 14h – Recepção e networking 14h20 – Apresentação equipe Emerge 14h30 – O que é a Emerge? #Institucional 15h – Apresentação dos convidados 15h30 – Q&A com convidados 16h – Pitches de Jovens Inovadores 16h20 – Divulgação Emerge Lab CWB 16h40 – Sorteio de Voucher 16h45 – Dúvidas 17h – Coffee Break e networking 17h30 – Encerramento   Inscrições: iniciativaemerge.org/emergeday Mais informaçõestinyurl.com/emergedaycuritiba  

Leia +
27/03/2017

Palestra em Curitiba discute assédio moral no ambiente de trabalho

  Uma pesquisa nacional realizada em 2015 pelo portal Vagas.com registrou que 52% dos entrevistados alegam já ter sofrido algum tipo de assédio no ambiente de trabalho. Para debater o tema, a Escola Superior de Advocacia da OAB Paraná reúne no dia 04 de abril (terça-feira) três especialistas em Direito do Trabalho. Além de ter graves implicações para a saúde psicológica e carreira das vítimas, condutas abusivas também podem trazer sérios transtornos para a organização, desde a redução no desempenho dos empregados até a perda financeira decorrente de uma ação trabalhista. O Presidente da Comissão de Direito do Trabalho da OAB/PR e sócio do escritório Marins Bertoldi Sociedade de Advogados, Sérgio Rocha Pombo; o Desembargador Federal do Trabalho do TRT da 9ª Região, Cássio Colombo Filho e o doutor em Direito do Trabalho, José Affonso Dallegrave Neto, vão comentar as formas de perceber os excessos cometidos dentro da empresa e como lidar com relações de trabalho abusivas. Após as palestras, que acontecem na sede da OAB Paraná, será realizada a cerimônia de lançamento do livro “Quem Paga Essa Conta? – Danos Morais, Assédio Moral e Outras Encrencas”, do magistrado Cássio Colombo Filho. Serviço Data: 4 de abril Horário: das 19h às 22h Local: Sede da OAB Paraná (Rua Brasilino Moura, 253, Ahú – Curitiba) Informações e inscrições: http://esa.sites.oabpr.org.br/cursos?cd_curso=3221#  ou (41)3250-5750  

Leia +
24/03/2017

Sérgio Rocha Pombo é eleito novo presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas do Paraná

  O advogado Sérgio Rocha Pombo foi eleito nesta terça-feira (21) para a presidência da Associação dos Advogados Trabalhistas do Paraná. Ele substitui Marcelo Licheski no cargo. A proposta da chapa Oduvaldo Eloy da Silva Rocha é estreitar os laços da Associação com o Tribunal Regional do Trabalho, o Ministério Público e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O novo presidente afirma ainda que vai defender as prerrogativas dos advogados trabalhistas e dar maior atenção aos profissionais do interior, levando cursos e treinamentos para além da capital. Rocha Pombo é advogado há 25 anos, sendo sócio do escritório Marins Bertoldi Sociedade de Advogados desde 2009, onde atua na área trabalhista. Exerceu função de vice-presidente em outras gestões da AATPR e assumiu no ano passado a presidência da Comissão de Direito do Trabalho da OAB-PR, da qual está licenciando. A posse oficial da chapa será realizada na sede da OAB em data a ser definida. Uma das primeiras medidas da nova presidência será a reforma da sala da OAB na Justiça do Trabalho.

Leia +
24/03/2017

Curso em Curitiba esclarece práticas de Governança Corporativa para empresas familiares

  Apesar de representarem 90% das empresas do Brasil e de contribuírem com 40% do PIB nacional, empresas familiares costumam ter vida curta. Nessa modalidade de administração, 70% das empresas fecham antes de chegar à segunda geração. Especialistas afirmam que isso acontece, em grande parte, pela falta de planejamento estratégico e de um processo de sucessão bem definido. Para apresentar aos empresários os benefícios desse planejamento, o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) organiza nos dias 5 e 6 de abril um curso de governança voltado para empresas familiares. Em sua 12ª edição, o curso Governança Corporativa em Empresas Familiares apresenta as possibilidades de implantação de um sistema que auxilie a organização da família e da gestão. Os especialistas convidados vão orientar sócios, gestores, herdeiros e conselheiros com base em suas experiências profissionais e pessoais na gestão de negócios familiares. Analisando as relações complexas entre empresa, família, sócios e investidores, as palestras vão demonstrar como as práticas de Governança Corporativa podem ser úteis na resolução de impasses comuns a empresas administradas por pessoas da mesma família, como o processo de sucessão, que pode ficar muito mais simples com a elaboração de um Acordo de Acionistas. O sócio fundador do escritório Marins Bertoldi Sociedade de Advogados, Marcelo Bertoldi, especialista em Direito Comercial e Societário com mais de 20 anos de experiência, vai esclarecer o processo de criação do Acordo e os dispositivos legais que garantem a eficácia dessa ferramenta. Ao longo dos dois dias de duração, o curso vai tirar dúvidas também sobre Conselho de Família, Family Office, Desenvolvimento de Negócios Familiares e discutir casos de sucesso e longevidade entre companhias brasileiras que adotaram a Governança Corporativa. Serviço Data: 5 e 6 de março Horário: das 8h às 17h30 Local: FAE Business School (Av. Visconde de Guarapuava, 3263 – Centro, Curitiba – PR) Informações e inscrições: (41) 3022-5035 / ibgcparana@ibgc.org.br / www.ibgc.org.br  

Leia +
15/03/2017

Curso esclarece práticas de Governança Corporativa para empresas familiares em São Paulo

Apesar de representarem 90% das empresas do Brasil e de contribuírem com 40% do PIB nacional, empresas familiares costumam ter vida mais curta que as demais. Nessa modalidade, 70% das empresas fecham antes de chegar à segunda geração. Especialistas afirmam que, em grande parte, isso acontece pela falta de planejamento estratégico e de um processo de sucessão bem definido. Para apresentar aos empresários os benefícios que a Governança pode trazer, o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) organiza nos dias 28 e 29 de março um curso de governança voltado para empresas familiares. Em sua 11ª edição, o curso Governança Corporativa em Empresas Familiares apresenta as possibilidades de implantação de um sistema que auxilie a organização da família e da gestão. Os especialistas convidados vão orientar sócios, gestores, herdeiros e conselheiros com base em suas experiências profissionais e pessoais na gestão de negócios familiares. Analisando as relações complexas entre empresa, família, sócios e investidores, as palestras vão demonstrar como as práticas de Governança Corporativa podem ser úteis na resolução de impasses comuns a empresas administradas por pessoas da mesma família, como o processo de sucessão, que pode ficar muito mais simples com a elaboração de um Acordo de Acionistas. Marcelo Bertoldi, sócio fundador do escritório Marins Bertoldi Advogados Associados e especialista em Direito Comercial e Societário com mais de 20 anos de experiência, vai esclarecer o processo de criação do Acordo e os dispositivos legais que garantem a eficácia dessa ferramenta. Ao longo dos dois dias de duração, o curso vai tirar dúvidas também sobre Conselho de Família, Family Office, Desenvolvimento de Negócios Familiares e discutir casos de sucesso e longevidade entre companhias brasileiras que adotaram a Governança Corporativa. Serviço
Data: 28 e 29 de março
Horário: das 8h às 17h30
Local: WTC Events Center, Piso M – 4º andar (Av. das Nações Unidas, 12.551 – São Paulo)
Informações e inscrições: (11) 3185-4200 / secretaria@ibgc.org.br / www.ibgc.org.br

Leia +
20/02/2017

Advogado Marcelo Bertoldi assume como conselheiro do IBGC em São Paulo

O advogado curitibano Marcelo Bertoldi, sócio fundador do Marins Bertoldi Advogados Associados, assumiu nesta semana uma vaga no Conselho do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) em São Paulo. Bertoldi já atuou como coordenador-geral do Capítulo Paraná da instituição, que promove palestras, workshops e outros eventos entre profissionais a fim de desenvolver as melhores práticas de Governança Corporativa. Além disso, também são feitas pesquisas sobre o tema. O IBGC é a principal referência sobre o tema no Brasil.

Leia +
20/02/2017

Advogado Sérgio Rocha Pombo toma posse na Associação Comercial do Paraná

  Um evento especial na sede da Associação Comercial do Paraná (ACP) marcou a posse do Conselho de Relações Trabalhistas (CRT) da associação, na última quinta-feira (16).  O advogado Sérgio Rocha Pombo, presidente da Comissão de Direito do Trabalho da OAB-Paraná e sócio do Marins Bertoldi Advogados Associados, é um dos nomes de destaque do conselho, responsável por analisar as tendências do mercado de trabalho, projetos de lei, atos administrativos, decisões judiciais, o movimento sindical e demais assuntos do âmbito trabalhista. Coordenado pelo advogado Rodrigo Fortunado Goulart, o conselho também será espaço de seminários, debates e workshops e vai reunir especialistas em Direito do Trabalho para estimular o diálogo entre o empresariado e os poderes constituídos no Brasil.

Leia +
24/01/2017

Municípios paranaenses com pior IDH são prioridade de programa de aceleração do terceiro setor

O Instituto Legado está em busca de organizações sociais dispostas a mudar a realidade de 25 municípios da Região Metropolitana de Curitiba e proximidades que ocupam as piores posições no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do IBGE. Em sua quinta edição, o Projeto Legado oferece programa de capacitações estratégicas gratuito para instituições do terceiro setor e negócios sociais e, desta vez, tem como objetivo principal atingir essas localidades estatisticamente carentes. “Nossa meta é democratizar o conhecimento que ofertamos e sabemos que investir nessas regiões que são geograficamente próximas de nossa atuação, mas socialmente distantes é a melhor estratégia para quem pensa em impacto social”, explica Beatriz Groxco, gestora do Projeto Legado e idealizadora da força-tarefa em busca de iniciativas sociais das cidades com pior IDH do Paraná. Para estabelecer a lista de prioridades do Projeto Legado 2017, a equipe do Instituto Legado pesquisou os municípios localizados em um raio de distância de até 200 km de Curitiba, cidade-sede do Instituto Legado, e analisou o IDH de cada município, selecionando os piores. A partir desse diagnóstico, foram destacados aqueles com pior desempenho, segundo o IBGE, que leva em consideração itens como moradia, educação e saúde. Entre os municípios identificados, o caso mais crítico é Doutor Ullysses, com pior IDH do estado (0,54), localizado a 125km da capital do Paraná, cujo IDH é de 0,82 (a nota máxima é 1). O segundo pior IDH do estado é representado por Cerro Azul, com taxa de 0,57. Na lista das selecionadas, o município com melhor desempenho é Almirante Tamandaré, com 0,69. “O Instituto Legado acredita que o empreendedorismo social é uma ferramenta eficaz para resolver uma gama de problemas sociais que são demonstrados pelo IDH e apostamos que nossa atuação nestas regiões, fomentando o protagonismo das comunidades locais, pode ser um bom ponto de partida para o combate desses problemas”, comenta James Marins, presidente do Instituto Legado. Além desse ranking prioritário, integram a área de interesse do programa todos os 29 municípios da RMC. As incrições para o Projeto Legado 2017 estão abertas até 15 de março. Podem se inscrever associações, organizações não governamentais, fundações, institutos e negócios sociais de todo o Brasil que tenham no mínimo um ano de funcionamento. Os interessados devem preencher um questionário online no site do Instituto Legado (www.institutolegado.org/pl2017) e enviar um vídeo de 2 minutos. Não há cobrança de nenhuma taxa. O edital completo, com todos os pré-requisitos e exigências, pode ser acessado no site oficial. Em quatro anos de atuação, o programa de aceleração do terceiro setor já capacitou e apoiou gratuitamente 80 iniciativas com propósito social e/ou ambiental lideradas por organizações da sociedade civil, empresas com propósito social e empreendedores sociais, fortalecendo e inspirando o empreendedorismo no setor social. O curso gratuito com duração de um ano inclui capacitação nas diversas áreas que compreendem a administração de uma organização social, com conceitos de gestão, legislação, captação de recursos e comunicação. Além do conteúdo programático, o projeto pretende conectar pessoas com objetivos em comum em eventos de rede que reúnem todas as iniciativas já atendidas pelo instituto, além de outras iniciativas parceiras e referenciais. Os participantes tem ainda acesso a assessorias especializadas que prestam suporte para solução de determinadas demandas e são incentivados por meio de desafios temáticos, que os estimula a praticar o conteúdo aprendido. O Projeto Legado 2017 tem abertura oficial dia 28 de março e encerramento no fim de novembro. Projeto Legado dobra número de vagas e amplia atividades Desde 2013, o Projeto Legado seleciona, capacita e investe em 20 organizações por ano, especialmente de Curitiba e Região Metropolitana. Na última edição, o programa expandiu e abriu o edital para todo o país, recebendo inscrições de todas as regiões. Para 2017 o passo deve ser ainda mais largo: o edital prevê a seleção inicial de 40 nomes, proporcionando que mais iniciativas sejam beneficiadas. Durante a primeira fase do programa, as participantes receberão cerca de 60h em treinamentos e serão reavaliadas para encaminhamento para a segunda fase. Na etapa seguinte, as selecionadas serão divididas em dois grupos, de acordo com a realidade e a fase de desenvolvimento. Aquelas julgadas mais aptas, serão preparadas ao longo do segundo semestre para a expansão de impacto e a possibilidade de conquistar um prêmio financeiro no valor de R$ 10 mil que irá auxiliar na execução das soluções para as causas sociais em que atuam. A segunda metade da turma será encaminhada para a fase de fortalecimento organizacional, com conteúdos próprios para consolidação de suas organizações. Essa fase não existia nas edições anteriores do Legado e está sendo implantada com o objetivo de dar ainda mais subsídio para que as beneficiadas cresçam e ampliem sua atuação. “O nosso objetivo é proporcionar meios eficazes para ampliar significativamente o impacto de iniciativas sociais, com capacitações estratégicas, rede de mentores e padrinhos, desafios práticos e possibilidade de investimento financeiro ao final do processo de aprendizagem”, ressalta Beatriz Groxco. Verifique a lista de cidades mapeadas pelo Projeto Legado: 1-    Doutor Ulysses 2-    Cerro Azul 3-    Guaraqueçaba 4-    Inácio Martins 5-    Tunas do Paraná 6-    São João Triunfo 7-    Tijucas do Sul 8-    Itaperuçu 9-    Bocaiúva do Sul 10- Fernandes Pinheiro 11- Ipiranga 12- Mandirituba 13- Antonio Olinto 14- Agudos do Sul 15- Imbituba 16- Sengés 17- Tibagi 18- Adrianópolis 19- Teixeira Soares 20- Rebouças 21- Rio Branco do Sul 22- Quitandinha 23- Contenda 24- Morretes 25- Almirante Tamandaré Saiba mais em www.institutolegado.org

Leia +